Escorpião e o Sábio

Um sábio mestre estava andando na beira de uma lagoa e viu um escorpião que estava se afogando. Ele correu até a margem e enfiou a mão na água para tirar o pobre escorpião de lá. Então o escorpião cravou o ferrão na mão do mestre que tentava salvá-lo. O mestre retirou a mão e o escorpião caiu novamente na água. O mestre, decidido a salvar o pobre escorpião voltou a meter a mão na água e recebeu outra ferroada. Uma pessoa que assistia a cena questionou o mestre:

- Por que você ainda insiste em tirar esse bicho que só te fere ?
O mestre respondeu
- A natureza dele é picar, a minha é salvar.

Então o mestre pegou uma folha e retirou o escorpião da água.

O que podemos tirar como moral dessa história ? Não deixemos que a natureza das outras pessoas altere a nossa essência. Podemos aplicar isso ao nosso Cristianismo, a nossa Vida de Fé. Muitas vezes o mundão vem e nos ferroa e nós acabamos mudando nossas convicções para evitar o sofrimento. Trocamos de Igreja ou até mesmo largamos a Igreja. Ao invés de mudar nossa maneira de ser, devemos mudar nossa maneira de agir para alcançar o objetivo assim como fez o mestre. Ele não desistiu da sua própria natureza que era salvar, ele se reinventou e fez o que devia. E nós, será que estamos nos reinventando para continuar com a essência de Deus ou as ferroadas do mundo estão conseguindo nos mudar a ponto de deixarmos de ser quem somos ?

Deixe um Comentário